Em clássico equilibrado, Bauru vence Pinheiros pelo NBB

Apesar da reação positiva do Pinheiros na partida deste domingo (06/03), o Bauru superou o Basquete Azul e Preto na competição nacional

 

São Paulo (SP) – O Pinheiros mostrou poder de reação no jogo deste domingo (06/3) contra Bauru pelo NBB no Henrique Villaboim. Após permanecer segundo e terceiro quartos em desvantagem, virou o jogo a menos de cinco minutos do final, mas acabou superado por 65 a 60. O Pinheiros segue entre as oito melhores equipes da competição nacional.

Até os minutos finais o time da casa esteve à frente do placar apenas no primeiro quarto, enquanto o visitante liderou o segundo e o terceiro quartos, chegando a abrir vantagem de dez pontos. A reação pinheirense veio nos últimos quatro minutos, após empatar por 52 a 52 e virar para 56 a 52. O Bauru se recuperou e levou a vitória para o interior. O ala-pivô Jefferson conquistou um duplo-duplo com 11 pontos e 13 rebotes.

Foto: Wagner Carmo/ECP

A evolução do Pinheiros na partida está diretamente relacionada à entrada do armador Tico, no terceiro quarto. “Erramos muitos arremessos e fizemos poucos pontos. Entrei para acelerar o jogo e levar mais energia para a quadra. Consegui ajudar, mas no fim eles voltaram a se aproveitar dos nossos erros. Perdemos para o sexto colocado, em um duelo direto, mas agora buscaremos duas vitórias no Sul”, afirmou o eficiente Tico.

A exemplo do jogo do turno, com 73 a 68 para o Bauru, o placar entre os dois rivais voltou a ficar baixo. O Pinheiros jogará as três próximas partidas fora de casa. Dia 12, próximo sábado, contra o Caxias do Sul e, em seguida, União Corinthians, em Santa Cruz do Sul (RS), e Paulistano. Voltará a jogar em casa apenas em 02 de abril contra o Pato, do Paraná.

O Pinheiros entrou na quadra com Buffat, Deryk, Jefferson, Coleman e Cauê, que saiu com o joelho lesionado ainda no primeiro quarto e fará uma ressonância magnética. Também jogaram, Maicon, Gui Abreu, Munford, Gabriel e Tico. No Bauru, o técnico Guerrinha iniciou com, Larry, Vezaro, Alex, Jaú e Enzo. Ainda aproveitou Pará, Brite e Igor.

 

 

📸 Wagner Carmo/ECP