Equipe encerrou a participação no Campeonato Paulista

Após excelente desempenho na temporada 16/17 do NBB, o Esporte Clube Pinheiros garantiu a vaga para participar Liga Sul-Americana. A competição conta com três representantes brasileiros: Pinheiros, Universo/Vitória e Flamengo e dá ao campeão um lugar na Liga das Américas, o maior torneio do continente.

O torneio começou no dia 3 de outubro, mas a equipe pinheirense estreia somente no dia 11, quarta-feira, contra o time argentino do Quilmes, em Montevidéu. Em seguida, o time joga contra o Osorno (Chile) no dia 12 e o Aguada (Uruguai) no dia 13.

“É a primeira vez que participo desse campeonato, que será muito importante para o time. Foi uma classificação suada na temporada do NBB e vai ser muito especial. Estamos preparados e prontos para os desafios”, comentou o pivô Ansaloni.

A expectativa do time pinheirense é grande, mas eles têm consciência de que terão dificuldades. “Cada vez que melhoramos, temos jogos mais difíceis. Na Liga, vamos começar contra o Quilmes e sabemos que será decisivo e muito duro”, afirmou o técnico do Pinheiros, Cesar Guidetti.

Entre 2010 e 2012, o Pinheiros participou de Sul-americanos e da Liga das Américas, o que já dá uma dimensão do que o time pode esperar. “Como técnico, é a minha primeira vez, sempre fui como assistente. Sabemos que uma competição internacional muda muita coisa, como arbitragem, forma do jogo, tem mais contato. É uma experiência importantíssima, que vai nos acrescentar muito”, comentou Guidetti.

A competição será disputada em um formato diferente em 2017. Os dois primeiros colocados dos grupos A, B e C, somados ao melhor terceiro colocado deste três grupos, avançam à semifinal. No grupo D, apenas o primeiro segue para a fase seguinte. Os oito classificados disputarão todos contra todos, divididos em dois grupos. Os melhores colocados desses dois grupos disputam a final da Liga.

 

Equipe:

Corderro Bennet (#3)
Felipe Ruivo(#4)
Gemerson Barbosa (#6)
Jonatan Gabriel Oliveira (#9)
Ralfi Ansaloni (#10)
Vitor Machado Pinto e Silva (#11)
Marcus Toledo (#13)
Chris Ware (#15)
João Vitor Mamedes (#21)
Danilo Sena (#24)
Arthur Bernardi (#36)

Técnico: Cesar Guidetti
Assistente técnico: Nelson Lima Cortez
Fisioterapeuta: Bruno Secco
Preparados físico: Pablo Marcelino
Analista de desempenho: Fabricio Freire
Diretor: Maurício de Fonseca Nadais