Leituras Encenadas – Os Filhos de Kennedy

03 de abril, qua 20h

Escrita por Robert Patrick, ator, diretor e dramaturgo norte-americano, no início dos anos 70, a peça traça um panorama dos anos 60 após o assassinato do presidente Kennedy em 22 de novembro de 1963. Já se passou uma década e cinco pessoas bem diferentes estão num bar de Nova York falando de suas vidas neste período e as importantes transformações ocorridas. O impacto foi grande pois além da morte do presidente outros fatos relevantes movimentaram o mundo como as lutas sociais, as revoltas estudantis, a droga começa a ter um grande poder entre as pessoas, Woodstock, os hippies e o seu “paz e amor”, a guerra do Vietnã, a vanguarda teatral, a importância da publicidade e do “ser famoso”.

A MONTAGEM

Dentro do projeto Leituras Encenadas que privilegia autores, ou textos, pouco conhecidos, a obra de Robert Patrick teve um enorme sucesso quando de sua estreia, sendo apresentada em diversos locais no mundo todo com grande impacto.
Um texto calcado mais em texto que ação corporal, pode incomodar o espectador de hoje tão
acostumado com o imediatismo, as poucas palavras, o “vapt-vupt”. Todavia é muito importante para o ator saber contar uma história, pois é a sua função quando se apresenta. Então que maior oportunidade esta onde a palavra é de vital importância para o entendimento de uma década que ressignificou muitas coisas.
Infelizmente, como podemos ver, pouca coisa mudou no mundo desde aquela época. Muitas delas se repetem e, às vezes, de forma pior.

O compromisso do teatro é fazer o público, e os atores, refletirem sobre as palavras ditas e suscitar discussões que tragam melhores soluções para a sociedade em que vivemos. Optamos por dividir as personagens em duas pessoas, que intercalam as falas, para que também tenham a chance de ouvir o outro na composição da personagem.
O tempo de preparo foi pouco, para a intensidade do texto trabalho, mas o suficiente para os atores refletirem sobre a importância do fazer teatral lançando, espero, uma semente em seus corações.
Kadhu Carneiro

FICHA TÉCNICA

Concepção, direção, trilha sonora e cenário: Kadhu Carneiro
Figurino: o grupo
Wanda – Lygia Goldberg e Vivi Lembo
Clark – Henrique Pessoa
Lana – Adriana Capozzi Meirelles e Cátia Stasi Mark – Cassiana Ferrigno e Dani Franco Carla – Ana Luisa Hoop e Lu Surian

AGRADECIMENTOS

Antonio Carlos Foschini, Vera Patriani Gozzo, Ana Pavan, Tom Gloeden, Marcia Aparecida Santos, equipe do Departamento Cultural, nossos Anjos, e todos aqueles que possibilitaram a realização deste projeto.

Detalhes

Local:
Restaurante Germânia
Categoria de Evento: