Sala de Imprensa

Este espaço é destinado para jornalistas, estudantes de comunicação e formadores de opinião em geral, em busca de informações sobre o Esporte Clube Pinheiros e seus atletas.

Aqui vocês encontrarão releases, posicionamentos oficiais, informações sobre credenciamentos e galeria de fotos, de temas relacionados ao Clube, suas modalidades esportivas e seus respectivos atletas e comissão técnica.

Para outros tipos de solicitações como declarações, entrevistas com atletas, gravações nas dependências do Clube ou dados sobre a instituição, os contatos da assessoria de imprensa são:

Erica Brito

(11) 3598-9926 / (11) 9 9204-5694

imprensa@ecp.org.br

 

Credenciamento – Jogos do NBB CAIXA e Superliga:

Veículos interessados em fazer a cobertura dos jogos dos dois campeonatos, devem enviar por e-mail os seguintes dados:

  • Nome do Veículo
  • Equipe – Nome Completo, Função e N° do RG (de todos os integrantes)

*Favor enviar os dados até a data do jogo (no máximo até 2h antes do início da partida).

 

Materiais para download

Institucional

Fundado em 7 de setembro de 1899, pelo alemão Hans Nobiling, inicialmente com o nome de Sport Club Germania, o Clube Pinheiros foi percursor desde sua origem. Apaixonado por esporte, o imigrante alemão chegou ao Brasil em 1897 e inicialmente ajudou a introduzir uma modalidade da qual costumava praticar em seu país, o futebol, sedo inclusive um dos responsáveis pela criação da Liga Paulista de Futebol. E foi juntando a necessidade de ter um local para praticar esportes, considerado pelos alemães tão importante quanto a educação formal, ao desejo de reunir toda a comunidade alemã residente em São Paulo, que Hans fez nascer o Sport Club Germania.

Mesmo sem ter uma sede fixa, não demorou para que outros esportes fossem sendo incorporados à rotina do clube, que em 1900 realizava o seu primeiro evento de atletismo, um pentatlo. Tratava-se de uma competição que reúne cinco provas, composta por:  chute de bola de futebol à distância, arremesso de rocha, corrida de 80 metros, salto à distância e arremesso de bola de críquete. Outras modalidades como remo natação e o tênis, também começaram a ganhar espaço, já dando indícios da “gênese poliesportivo”, que o Pinheiros carrega até hoje.

Em 1920 finalmente foi feita a aquisição de um terreno, que passou a ser a sede oficial do Clube. E alguns anos mais tarde, em 1939, devido a Segunda Guerra Mundial e o Decreto-Lei nº 383, que impedia a participação de imigrantes em empresas, clubes e associações, houve a necessidade de que o Germania modificasse seu estatuto e alterasse o seu nome, assim nascia o Esporte Clube Pinheiros.

Atualmente com 118 anos de existência, o Esporte Clube Pinheiros é hoje um dos maiores clubes poliesportivo do Mundo. Instituição sem fins lucrativos, o Pinheiros tem como finalidade principal oferecer serviços de lazer, cultura e esporte para os seus 38.000 associados, uma população equivalente à de muitas cidades.

Localizado em uma das regiões mais importantes da capital paulista, mantém uma área de 170.000 m², dos quais 80.000 m² são constituídos de jardins e alamedas e 52.000 m² áreas construídas. Isso torna o Clube uma ilha de natureza incrustada em uma cobiçada área nobre de São Paulo.

O Pinheiros oferece uma grande diversidade de serviços e uma das mais completas infraestruturas de esporte e lazer. Formador de atletas panamericanos e olímpicos, sempre marcando presença nos pódios nacionais e internacionais com resultados expressivos, o Clube tem atualmente entre seus representantes, nomes como: Thiago Braz, Cesar Cielo, Arthur Nory, Rafael Silva, Leandro Guilheiro e Fernando Reis. Além disso, já treinou medalhistas olímpicos como Douglas Vieira, Gustavo Borges, João Carlos de Oliveira (João do Pulo) e Manoel dos Santos.

Números que impressionam

– 16 Modalidades Olímpicas;
– 8875 Praticantes de esportes (desde a formação até o alto rendimento);
– Cerca de 300 Atletas de alto rendimento;
– Trabalho de formação com mais de 3500 crianças (entre 3 e 14 anos);
– 1500 Funcionários;
– O Pinheiros conquistou 10% de todas as medalhas olímpicas da história do Brasil;
– Desde 1932, o Pinheiros esteve ausente apenas nos jogos de Melbourne, consolidando-se como o Clube mais olímpico do Brasil, com 173 participações;
– Enviou 30 integrantes para a delegação olímpica e paralímpica de Londres 2012;
– Enviou 70 integrantes para o Pan – Guadalajara 2011;
– Desde o I Jogos Pan-americanos, já enviou 230 atletas e conquistou 170 medalhas Pan-americanas;
– O Pinheiros enviou 64 atletas e mais 12 membros de comissão técnica, aos Jogos do Rio de Janeiro, além de três atletas no Paralímpico.

Estrutura Física

– 24 Quadras de Tênis
– 06 Piscinas
– 08 Quadras Externas
– 07 Ginásios incluindo 1 Ginásio de treinamento com 6 Quadras
– 01 Pista de Atletismo
– 03 Campos de Futebol sendo 1 de grama natural e 2 sintéticos

Destaques – 12 Medalhas Olímpicas e 15 Medalhas Paralímpicas

2016 / Rio de Janeiro: Arthur Nory – bronze (ginástica artística)
2016 / Rio de Janeiro: Rafael Silva – bronze (judô)
2012 / Londres: Rafael Silva – bronze (judô)
2008 / Pequim: Cesar Cielo – ouro e bronze (natação)
2008 / Pequim: Leandro Guilheiro – bronze (judô)
1996 / Atlanta: Gustavo Borges – prata e bronze (natação)
1992 / Barcelona: Gustavo Borges – prata (natação)
1984 / Los Angeles: Douglas Vieira – prata (judô)
1976 / Montreal: João do Pulo – bronze (atletismo)
1960 / Roma: Manuel dos Santos – bronze (natação)
2008 / Pequim: André Brasil – 4 ouros e 1 prata (natação paralímpica)
2012 / Londres: André Brasil – 3 ouros e 2 pratas (natação paralímpica)
2016 / Rio de Janeiro: André Brasil – 2 pratas e 2 bronzes (natação paralímpica)
2016 / Rio de Janeiro: Alan Fonteles – prata (atletismo paralímpico)

Logotipo

Baixar logo em pdf