Nathalie comemora título mundial ao lado de crianças esgrimistas, em clínica no Pinheiros

Depois de duas conquistas importantes, no Mundial e no Pan, Nathalie veio ao Brasil e aproveito a ocasião para dividir um pouco de sua experiência com os jovens que estão iniciando sua trajetória na modalidade

Crianças praticantes de esgrima do Esporte Clube Pinheiros e de outros dois projetos apoiados pelos Clube: Touché e Mosqueteiros de Paraisópolis, viveram uma experiência única na manhã deste sábado (24). A esgrimista Nathalie Moellhausen veio ao Brasil e aproveitando a sua estadia no país, foi convidada pelo Pinheiros para uma ação com os jovens atletas da modalidade.

Italiana naturalizada brasileira, Nathalie que pratica a modalidade desde a infância, fez história no último Mundial de Esgrima na Hungria, onde consagrou-se campeã da espada feminina, um resultado inédito para o Brasil. A atleta, que representa as cores pinheirenses desde 2015, embarcou para Lima na sequência, para disputar os Jogos Pan-Americanos, onde conquistou seu segundo bronze em Pan’s, repetindo o resultado que teve em Toronto (2015).

“Agradeço ao Pinheiros que me apoiou durante todos estes anos, a Confederação Brasileira de Esgrima, o Comitê Olímpico e todas as entidades que me apoiaram neste projeto, no momento que eu optei por mudar em 2014, para representar o Brasil. Não foi uma decisão fácil, mas eu tinha uma missão, que era a de poder divulgar a esgrima no Mundo em geral. Depois de alguns anos representando a Itália eu achei que seria importante trazer tudo que eu aprendi para um novo país, um país que eu amo muito que é o Brasil. Foi um trabalho duro, com muitos treinos e dedicação, mas eu consegui. E o que eu tenho a dizer principalmente para todas as crianças que estão aqui presentes, é que vale a pena. Desejo que todos vocês continuem com a esgrima e persistam nos seus sonhos, porque tudo é possível na vida, qualquer coisa que vocês queiram realizar. E eu estou orgulhosa de ser uma esgrimista brasileira e de ter sido campeã mundial por este país”, discursa Natlhalie ao público presente no evento.

Acompanhada pelo seu técnico Daniel Levavasseur, a esgrimista iniciou a clínica demonstrando alguns movimentos e a técnica que costuma utilizar em seus combates. Ao longo da ação ela ainda reproduziu o toque final que lhe rendeu o título de campeã mundial. Além disso, as crianças tiveram o privilégio de jogar com Nathalie, que hoje é uma referência da modalidade e fonte de inspiração para muitos deles.

A ação reuniu cerca de 50 pessoas, entre jovens esgrimistas do Clube e os projetos sociais que o Pinheiros apoia. Parte das crianças que participaram da clínica são do Projeto Touché, que existe há dois anos e atende 40 crianças. É a primeira escola de esgrima pública do Brasil, idealizada pelos clubes Pinheiros e o Paulistano, duas potências do esporte nacional, com o apoio do SindClube.

O outro projeto que também esteve nessa ação foi o “Mosqueteiros de Paraisópolis”, que funciona na comunidade paulista de Paraisópolis há cinco anos e tem à frente à Sociedade Brasileira de Esgrimistas, composta por atletas e ex-atletas da modalidade. A ação social também conta com o auxílio do Pinheiros e Paulistano e atualmente atende cerca de 50 jovens. Os dois projetos possuem medalhistas em campeonatos estaduais e nacionais entre seus alunos.

O evento contou ainda com presença da Presidência e Diretoria do Clube e autoridades de outras entidades, como a Confederação Brasileira de Esgrima. O Diretor de Esportes Olímpicos e Formação do Pinheiros, Arnaldo Luiz Queiroz Pereira aproveito a ocasião para relembrar a história de outro atleta, mas da modalidade de judô, que também passou a representar o Brasil. Chiaki Ishii, era um japonês que se naturalizou brasileiro e em 1972 foi responsável por conquistar a primeira medalha de bronze do judô para o país, abrindo os caminhos para que oito anos depois a modalidade viesse a conquistar outras 21 medalhas olímpicas, sendo 4 de ouro.

“Eu conto esta história porque eu tenho a certeza que a Nathalie, hoje aqui para esgrima brasileira, vai abrir, ou melhor, já abriu as portas para grandes conquistas. Isto é um fato muito raro e não acontece por acaso, acontece pela dedicação de muitas pessoas e entidades que trabalham juntas e que vão continuar trabalhando para que venham ainda mais medalhas olímpicas e mundiais. Contamos com a ajuda do Comitê Olímpico Brasileiro, da Confederação, do Comitê Olímpico de Clubes, todo mundo fez um pouquinho pela medalha da Natalie. Todos que conhecem o esporte sabem que ninguém faz nada sozinho”, comenta o diretor pinheirense.

Presidente da Confederação Brasileira de Esgrima, Ricardo Pacheco Machado, também comemorou o resultado recém-conquistado para a esgrima brasileira, além de ressaltar a importância de iniciativas como a clínica realizada com as crianças e outras ações que promovam a modalidade.

“Este evento realmente é fantástico. O Pinheiros é parceiro da Confederação desde sempre e ao longo dos anos damos prosseguimento e ampliamos cada vez mais esta parceria. É um Clube fantástico, organizado, formador de atletas e multicampeão em vários esportes. Hoje estamos aqui para homenagear esta gande atleta que foi campeã mundial, fazendo história para nós, nos trazendo este título inédito. E eu tenho certeza que todos os brasileiros, os Clubes, entidades, ganham com isso. Que esta conquista traga para nós, tudo que sempre sonhamos: mais momentos como este, mais crianças praticando, mais investimento, mais visibilidade, formar mais professores, mais técnicos, trazer outros técnicos experientes para nos apoiarem, tudo que ajude a modalidade a cresce”.

Tendo assumido a Presidência do Esporte Clube Pinheiros este ano, Ivan Castaldi Filho, também prestigiou o evento e deixou sua mensagem de apoio em prol ao crescimento da modalidade. “Meus comprimentos a Nathalie e a todos os que estão aqui presentes. Eu pouco posso acrescentar, com tantas pessoas mais entendidas de esgrima, mas desejo que a modalidade possa crescer cada vez mais com este feito”.