fbpx

Judô pinheirense garante duas medalhas no Aberto de Perth, na Austrália

Dois atletas pinheirenses estiveram com a seleção brasileira de judô no circuito mundial que aconteceu na Austrália. Na madrugada de domingo para segunda-feira, Eduardo Yudy (81kg) e Beatriz Souza (+78kg) foram bronze na competição. Os dois atletas garantiram pontos importantes no ranking mundial antes das disputas do Grand Slam de Osaka e do World Masters de Qingdao.

Yudy venceu Joshter Andrew, de Guam, por ippon, repetindo o desempenho contra Damian Stepien, da Polônia, e Murad Fatiyev, do Azerbaijão.  Na semifinal Yudy acabou sendo superado pelo russo Aslan Lappinagov, número sete do mundo, e foi para a disputa de bronze. Na disputa pelo bronze derrotou o turco Vedat Albayrak, número quatro do mundo, para ficar com a medalha e subir para a 21ª colocação no ranking mundial.

Bia chegou como cabeça de chave número um do torneio e precisou de três lutas para conquistar a medalha de bronze. Primeiro, derrotou Sydnee Andrews, da Nova Zelândia, na semifinal parou na Rochele Nunes, de Portugal e também foi para a disputa do terceiro lugar. O bronze veio com ippon sobre a espanhola Sara Alvarez. Foi a sétima medalha de Bia em 2019. Ela ocupa a sétima posição no ranking mundial do +78kg.

As próximas competições dos atletas são o Grand Slam de Osaka, de 22 a 24 de novembro, e o World Masters de Qingdao, de 12 a 14 de dezembro.