Prezados Associados,

Tendo em vista manifestações de associados referentes aos serviços de manutenção que estão sendo realizados na alameda da Portaria Principal do Clube, esclarecemos e apresentamos as seguintes informações:

1. Com a finalidade da adequação e manutenção da rede de águas pluviais de 300 mm e da instalação de infraestrutura para cabeamento de fibra ótica e instalação elétrica, foi iniciado o serviço de abertura da galeria;

2. Para a execução deste serviço de manutenção foi constatada a necessidade da retirada do piso atual, denominado “pedra portuguesa”, em aproximadamente 40% da alameda;

3. Em razão da notória deterioração do atual piso instalado, dos diversos remendos executados ao logo de muitos anos, das várias depressões e afundamentos, bem como das diversas pedras soltas, optou a Diretoria de Patrimônio pela troca total deste piso por ocasião da referida manutenção;

4. Cabe salientar que o novo piso dará mais harmonia e continuidade ao piso que foi utilizado nas alamedas da obra do estacionamento Faria Lima. Por tratar-se de um piso intertravado, que possui função ecológica, trará melhor conforto para o associado pelas suas características e por proporcionar melhor nivelamento da área;

5. Lembramos ainda que, ao longo do tempo, constatamos diversos registros de ocorrências envolvendo acidentes com associados (74) nos últimos seis meses e tendo como causa estas pequenas pedras que ao se desagregarem tornaram-se prejudiciais à utilização dos associados em suas caminhadas por esta alameda;

6. O piso intertravado, que possui permeabilidade adequada, é composto de  peças modulares de concreto que dispostas em conjunto formam grandes áreas de superfície pavimentada de belíssimo efeito estético, com melhor conforto térmico, melhor visibilidade noturna, resistência a tráfego pesado (ambulâncias), além de permitir reparos sem deixar marcas;

7. As pedras portuguesas também têm características de drenagem, porém não nas condições atuais em que se encontram. Não atendem à necessidade de tráfego de veículo e têm como desvantagens a manutenção mais trabalhosa, onerosa e ainda uma superfície escorregadia.

8. Esta Diretoria zela pela tradição deste clube centenário mantendo e preservando a história do seu patrimônio, mas em casos de serviços necessários de manutenção atuará em benefício do associado visando o conforto, a segurança e o bem-estar.

9. Informamos ainda que é de praxe, para serviços desta natureza, realizarmos processo licitatório. Os documentos desta licitação estão à disposição para consulta;

10. Cabe destacar que, através do ofício19/2014, a Promotoria de Justiça de Direitos Humanos, do Ministério Público do Estado de São Paulo, determinou a apresentação de cronograma de obra ante as irregularidades apontadas pela Comissão Permanente de Acessibilidade: “Foram encontradas vias internas com piso inadequado para a circulação mais segura, autônoma e confortável de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. As vias internas dos passeios internos do clube são feitas, em grande parte, em mosaico português ou blocos de concreto (com e sem junta de grama), não adequadas em “rotas acessíveis” por, na condição que se encontram, serem pisos que provocam vibração em pessoas que se utilizam de cadeira de rodas/carrinhos de bebês/malas com rodas.”

 Reiteramos nosso compromisso com o associado, trabalhando pela modernização do Esporte Clube Pinheiros e respeitando sempre a beleza harmoniosa presente em seus 170 mil metros quadrados.

Diretoria