Germânia disputa a final contra Palestra Italia e garante o segundo lugar no torneio de futebol retrô

Durante a manhã deste sábado (16), o Estádio Conde Rodolfo Crespi, na Mooca, fez uma viagem no tempo permitindo aos saudosistas do futebol reverem seus grandes ídolos. A Taça Oderban Cattani, um torneio de futebol retrô organizado pelo Palmeiras como parte de suas comemorações em homenagem ao centenário, contou com quatro times da velha guarda. Além do Palestra Italia (Palmeiras), participaram da competição o Germânia (Pinheiros), o Juventus e o Paulistano.
O torneio contou com quatro jogos divididos entre duas chaves. Nas disputas iniciais o Germânia levou a melhor contra o Juventus, enquanto o Palestra Italia garantiu a vitória do outro lado contra o Paulistano. Em seguida, foram realizados os jogos da final onde o Juventus e Paulistano disputaram o terceiro lugar e o Germânia e o Palestra Itália foram em busca da taça.

Depois de uma partida acirrada que ficou no zero a zero até o segundo tempo, o Palestra Italia com um gol de pênalti nos últimos minutos, garantiu a vitória para o time anfitrião, ficando o Germânia com o segundo lugar. Já o terceiro lugar ficou com os donos da casa, o Juventus. Para o Esporte Clube Pinheiros, só o fato de poder reviver os tempos de Germânia, que foi um dos times percursores do futebol no Brasil, foi extremamente gratificantes.

Todos os times que participaram do evento foram escolhidos por fazerem de alguma forma, parte da história do centenário. O Germânia, foi o proprietário do terreno do Parque Antártica, antes do Palestra Italia e além disso, cedeu sua área social para a primeira festa do clube. Já o Paulistano, foi o adversário do Palestra na final do Campeonato Paulista de 1920, que foi o primeiro conquistado pelo time verde e branco. E o Juventus, foi escolhido por ter sido fundado por palestrinos e por estar localizado na Mooca, um dos principais redutos italianos e que foi o local do torneio.

Apesar da competição nomear apenas os três primeiros times, todos os participantes foram premiados. O Palestra Italia aproveitou a ocasião para homenagear alguns ícones que fizeram história no clube, entregando as equipes participantes quatro taças:

- Taça Cláudio Mortari: iniciou sua carreira como jogador de basquete do Palmeiras e atuou também como treinador. Atualmente Mortari, que foi o treinador da equipe do Basquete do Esporte Clube Pinheiros nas últimas sete temporadas, agora faz parte da supervisão da equipe;

- Taça Heitor Marcelino: o maior artilheiro da história do Palmeiras, com 327 gols marcados;

- Taça Joelmir Beting: um dos principais jornalistas do Brasil na área esportiva e um grande torcedor do Palmeiras;

- Taça Imparato: em homenagem aos atletas de uma mesma família, os Imparatos I, II e III, que fizeram história no clube;

- Taça Oberdan Cattani: o ex-goleiro foi o último jogador vivo que atuou no Palestra Italia.

O torneio contou com uma temática retrô que remetia ao réveillon de 1941 – que foi o último do Palmeiras como Palestra Italia – permitindo aos seus participantes sentir de perto o clima da época. Os uniformes, a bola e até mesmo as regras do jogo foram fiéis às de uma partida de futebol deste período.

_MG_0865

Fotos: Rodrigo Sodré