A partir de 17 de novembro, a Piscina Olímpica do Pinheiros será modernizada com a utilização da reconhecida tecnologia da marca Myrtha. Desenvolvida em aço inox, revestida com uma membrana de PVC e sistema de transbordamento continuo, o modelo garante condições de uma piscina rápida e eficiente para os usuários.

A obra é resultado do convênio firmado entre o Clube e o Ministério do Esporte. Após a reforma, os associados e atletas pinheirenses terão à disposição uma piscina de modelo utilizado em Campeonatos Mundiais e em Jogos Olímpicos.

ENTENDA A TECNOLOGIA

Um software específico, com um sistema de jateamento (entrada de água na piscina), permite ao nadador utilizar a piscina, mesmo com as bombas ligadas, com garantia de nenhuma interferência na prática da natação. O sistema também apresenta uma homogeneização perfeita da piscina, não deixando zonas mortas em relação à circulação da água.

Atendendo à rígida norma europeia  de segurança, o modelo escolhido tem um sistema de filtração que não utiliza o ralo do fundo para captação de água. A piscina transborda continuamente,  a água vai para um tanque onde é feita a filtração, e retorna renovada à piscina.

ECONOMIA E MEIO AMBIENTE

O sistema atual de tabulações, conexões e válvulas é de ferro fundido e tem mais de 30 anos de existência, sendo assim, apresenta um nível avançado de desgaste. Devido a tal situação, a filtração do sistema é realizada durante todo o período de funcionamento diário da piscina, cerca de 18 horas. Com a substituição total do sistema atual, serão necessárias apenas quatro horas de filtração diária, gerando economia de energia.

O sistema de filtragem de alto desempenho das piscinas Myrtha garante, ainda, uma economia de 80% de água, já que não gera retro lavagem. Na prática, a mudança representará uma economia diária de 10.000 litros de água, por dia de uso, beneficiando também o meio ambiente. Outro benefício é a garantia mínima de 10 anos, conta quaisquer problemas.

DESCARTE DE ÁGUA 

As piscinas Olímpica e Infantil do Clube estão sendo reformadas para melhor atender aos pinheirenses. Preocupado com o Meio Ambiente, principalmente com o desperdício da água, o Pinheiros criou diversas ações para reaproveitá-la e ainda gerar economia ao Clube. Confira o que será feito com a água que será retirada das piscinas.

Aproveitamos para informar que 90 % de todo o volume de água consumido mensalmente nas dependências do clube é proveniente de cinco poços artesianos instalados em nossa sede, sendo apenas 10% da água proveniente da SABESP.

A preocupação com o consumo consciente da água se faz presente nas ações da diretoria do Esporte Clube Pinheiros há mais de 20 anos e não poderia ser diferente nesse período de grave estiagem.

fluxo_agua_piscinas

- Prazo de execução da obra: 17/11/2014 a 28/02/2015

- As atividades realizadas na Piscina Olímpica serão remanejadas para o Parque Aquático Externo. Confira a programação!