Considerando o teor da reportagem produzida pela ESPN, que foi divulgada na última sexta-feira (11/11/2016) e replicada em diversos veículos da mídia, a qual versa sobre supostas “fraudes” envolvendo o Esporte Clube Pinheiros, a atual Diretoria Executiva do Clube entende que se faz necessário prestar os seguintes esclarecimentos ao nosso Corpo Associativo:
Nos termos da referida reportagem, o Clube Pinheiros estaria sendo investigado por suspeitas de “fraudes”. Conforme será esclarecido abaixo, a referida reportagem presta um desserviço na medida em que informa valores equivocados e confunde empresas e serviços, além de misturar diversos assuntos, tais como a apuração de possíveis irregularidades na CBDA (que nada tem a ver com o Clube), pedidos de esclarecimentos em projetos de Lei de Incentivo relacionados ao Convênio nº 777903/2012 e à suposta falta de “transparência”, induzindo à conclusão, equivocada, segundo a qual tanto a instituição Esporte Clube Pinheiros quanto a atual Diretoria, empossada em maio de 2015, seriam responsáveis por eventuais irregularidades em Convênios assinados em 2012.
De logo, faz-se imprescindível consignar que a atual Diretoria Executiva repudia de forma veemente as ilações que foram objeto da aludida reportagem, bem como a divulgação tendenciosa de fatos e hipóteses que ainda se encontram sob análise nos órgãos oficiais, os quais contam com o nosso irrestrito apoio e pronta colaboração.
Nosso compromisso na busca da verdade e da proteção dos interesses do Clube é inarredável. Supera, de longe, quaisquer viés político-partidário, e estamos convictos de que eventuais desvios de conduta e malversações devem ser rigorosamente apuradas e, se for o caso, punidas.
Nada obstante, deve-se frisar que não compactuamos com a exploração, através de órgãos de imprensa, de assuntos afetos à nossa sociedade que, reitere-se, ainda se encontram sob o crivo e responsabilidade das autoridades constituídas.
A reportagem sugere, de forma leviana, que o Clube Pinheiros “vive do dinheiro público”, que não há “transparência” na divulgação da destinação desses recursos e, ao final, que “fraudes” foram encontradas nas prestações de contas.
Inobstante o tom sensacionalista da reportagem, a verdade dos fatos é inescapável e será novamente apresentada aos nossos Associados. Vamos a ela: a) o dinheiro proveniente das Leis de Incentivo representa menos de 5% (cinco por cento) do orçamento anual do Clube. Portanto, o Clube não “vive” e tampouco depende desses recursos; b) rigorosamente todos os projetos que envolvem a Lei de Incentivo ao Esporte estão disponíveis para consulta no site do Clube, o que representa plena transparência no trato com os recursos públicos (vide link abaixo); c) o Clube Pinheiros não é réu em nenhuma ação judicial envolvendo este tema, bem como apresenta situação absolutamente regular perante o SICONV, como resta claro no extrato apresentado abaixo, atestando não haver nenhuma irregularidade em nome do Esporte Clube Pinheiros. Há, sim, requerimentos daquele órgão solicitando que o Clube apresente documentos complementares às prestações de contas já entregues, o que é absolutamente normal e corriqueiro no âmbito desses projetos, os quais foram cumpridos com a oferta de todos os documentos solicitados.
Além de diversas medidas corretivas que foram implementadas para aperfeiçoar esses procedimentos, logo que assumiu a gestão do Clube a atual Diretoria implementou uma importante mudança para minimizar a incidência de possíveis equívocos nos procedimentos relacionados à prestação de contas, de resto bastante complexo: a área responsável pela prestação de contas, antes vinculadas ao Presidente, está atualmente vinculada à Diretoria Financeira, que, inegavelmente, está mais capacitada para questões desse jaez.
A atual Diretoria do Esporte Clube Pinheiros reitera seu repúdio às diversas investidas que alguns Associados, inclusive Conselheiros, vem adotando ultimamente no intuito de desprestigiar a imagem da nossa centenária Agremiação, muitas vezes de forma irresponsável, como se comprova através das reiteradas vitórias que o Clube vem obtendo no âmbito das respectivas competências ao apresentar nossas razões de defesa.
Também é preciso esclarecer que o Clube Pinheiros, por intermédio do seu Diretor de Comunicação colocou-se à disposição da emissora, sendo, portanto, inverídica a informação de que o Clube não quis atendê-la.
Reafirmamos o nosso irrestrito apoio aos procedimentos de investigação e, certos de ter apresentado todos os esclarecimentos pertinentes ao caso, a atual Diretoria Executiva permanece à disposição do Corpo Associativo para prestar eventuais esclarecimentos adicionais sobre o caso.

Consulte todos os projetos de Lei de Incentivo, dos quais o Esporte Clube Pinheiros está vinculado, neste link: http://www.ecp.org.br/marketing/incentivo/projeto/sobre
Por fim, vale ainda ressaltar que a situação do Esporte Clube Pinheiros encontra-se totalmente regular conforme evidencia o extrato abaixo, de uma consulta realizada hoje (12/11) no Portal dos Convênios SICONV:
img_9032