As duas maiores esperanças brasileiras no Torneio Aberto do Brasil – ATP 250 – Brasil Open 2017, se despediram na primeira rodada nesta terça-feira, no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. O paulista Thomaz Bellucci e o cearense Thiago Monteiro foram eliminados pelos argentinos Diego Schwartzman e Carlos Berlocq, respectivamente.

No começo da noite, Berlocq virou contra Monteiro, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4, em 2h29 de partida. Foi a segunda derrota do número 2 do Brasil para o argentino de 34 anos na gira sul-americana.

“O jogo foi de altos e baixos dos dois. Sabia que ia ser complicado, porque você não pode desperdiçar chances contra ele, porque ele luta por todos o pontos, é muito competitivo e experiente. Ele me quebrou no começo do segundo e o jogo ficou mais duro”, avaliou Monteiro. “Ele teve mérito porque se puxou e se manteve positivo o tempo todo, conseguindo levar o jogo para o lado dele. Depois disso, foi complicado ter de novo o controle da partida”.

Monteiro, que alcançou as quartas de final do Brasil Open em 2016, teve muitos problemas em seus games de serviço durante o jogo. Berlocq teve 14 oportunidades de quebra e converteu cinco delas. “Queria poder seguir mais nesta competição e contar com o apoio e a energia de todos, mas vou tentar aprender com este jogo. Vou assistir e tirar algumas lições das coisas que poderia fazer melhor”, disse o cearense.

Em busca de uma vaga nas quartas de final do Brasil Open pela quarta vez, Berlocq enfrenta seu compatriota Guido Pella não antes de 18h30 desta quarta-feira. Outro argentino que avançou para a segunda rodada foi Facundo Bagnis, que superou o sérvio Dusan Lajovic por 6/2 e 7/5. Seu próximo oponente será o atual bicampeão do torneio, o uruguaio Pablo Cuevas.

Já Bellucci perdeu para Diego Schwartzman no final da rodada por 6/2 e 6/0. “Eu errei bastante hoje. Minhas bolas estavam sem intensidade, eu estava sem a energia certa para imprimir no jogo. Mas ele tem os méritos dele também”, afirmou o paulista.

Na segunda-feira, Bellucci havia desistido da chave de duplas com problemas estomacais e admitiu que não estava 100% fisicamente. “Vida de atleta é assim, são poucos dias que você entra em quadra não sentindo nada. Sabia que hoje teria que me superar. Acabei jogando aquém do que poderia. Talvez eu tenha me colocado muita pressão de jogar bem e as coisas não saíram como eu gostaria”, acrescentou.

“Tenho que esfriar a cabeça e reencontrar a alegria e a motivação de estar na quadra que só o dia a dia vai me dar. Tenho que pensar no que a gente tem que fazer para dar a volta por cima”, concluiu Bellucci.

O oponente de Schwartzman na segunda fase será o austríaco Gerald Melzer, responsável pela eliminação do dominicano Victor Estrella Burgos por 6/2 e 7/6(3).

Confira a programação de quarta-feira (01/03):

Quadra Central – 12h30

[WC] Dusan Lajovic (SRB) / Eduardo Russi Assumpção (BRA) vs [4] Marcus Daniell (NZL) / Marcelo Demoliner (BRA)

Renzo Olivo (ARG) vs [4] João Sousa (POR)

Não antes de 17h

[7] Federico Delbonis (ARG) vs Casper Ruud (NOR)

Não antes de 18h30

[8] Carlos Berlocq (ARG) vs Guido Pella (ARG)

Não antes de 20h30

Gastão Elias (POR) vs [2] Albert Ramos-Vinolas (ESP)

Quadra 1 – 13h

[1] Pablo Carreño Busta (ESP) / Pablo Cuevas (URU) vs Johan Brunstrom (SWE) / Andreas Siljestrom (SWE)

Facundo Bagnis (ARG) / Guillermo Duran (ARG) vs [2] Julio Peralta (CHI) / Horacio Zeballos (ARG)

 

Publicado por Brasil Open / Foto Divulgação

 

Fique por dentro de tudo o que acontece no Brasil Open no  site: http://www.brasilopen.com.br/noticias/6