Confira a matéria em que a pinheirense Virginia Tavaleira, conta como se apaixonou pelo Projeto Mulher e superou adversidades com o esporte.

Virigínia Tavaleira é uma jovem senhora de 57 anos que ao longo da vida foi aprendendo a tirar proveito das adversidades. Sempre fez algum tipo de atividade física ao longa da vida e, num determinado momento, percebeu que queria a liberdade de se exercitar ao ar livre: sol, vento, chuva, o canto dos pássaros e o colorido da vegetação sempre a completaram.

A paixão pelo Projeto Mulher

Tem orgulho de fazer parte do primeiro grupo de três alunas de um projeto que oferecia a motivação que ela buscava. Muitas pedras surgiram no caminho desde que entrou no Projeto Mulher, mas o apoio e carinho do grupo, além do desafio de correr, foram fundamentais para seguir em frente.

As adversidades

No ano passado Virgínia fez uma cirurgia muito complicada no pé que a deixou fora de combate por um bom tempo. Quando completou um ano de luta, há três meses, voltou para o Projeto. A cirurgia não deu o resultado esperado. Ainda continua na luta, os pinos incomodam, o pé perdeu massa e etc.

 A superação

Desde que voltou já participou de duas provas de rua caminhando. Na do Clube Pinheiros  fez 5 K em 60 minutos e, para satisfação total, no Circuito Athenas conseguiu baixar seu tempo para 51:23 minutos.

Vencer cada quilômetro do asfalto foi uma sensação indescritível para Virgínia que, mesmo caminhando fez muita gente comer poeira. O sentimento que fica: a sensação de querer mais.

Fonte: http://www.projetomulher.com.br/blog/virginia-tavaleira-exemplo-de-superacao/