Neste domingo (12)  a seleção brasileira de Judô encerrou sua participação no Grand Slam de Paris com o bronze do pinheirense Rafael Silva. O judoca conseguiu um ippon sobre o bósnio Harun Sadikovic e ficou com a terceira colocação.

O Baby (+100kg), iniciou a competição vencendo o senegalês Mbagnick Ndiaye, que foi punido três vezes e eliminado da luta. Nas quartas-de-final, waza-ari sobre o russo Andrey Volkov. Na semifinal, terminou a luta com o japonês Takeshi Ojitani empatado com duas punições, sem nenhuma pontuação. No golden score, acabou sofrendo outra penalização por sair da área.

Na disputa do bronze, Rafael Silva dominou o bósnio Harun Sadikovic forçando duas punições ao adversário e quando faltavam 10 segundos para o fim da luta, conseguiu o ippon.

O pinheirense Yudi Santos, também chegou à disputa do bronze, mas foi derrotado pelo francês Baptiste Pierre e acabou na quinta colocação.

Agora as próximas competições da seleção brasileira são os Abertos de Roma (masculino) e Oberwart (feminino) nos dias 18 e 19 de fevereiro e o Grand Prix de Dusseldorf nos dias 24, 25 e 26.

Fonte: www.cbj.com.br

Foto: CBJ