Com o resultado, o Clube se tornou tetracampeão por equipe masculina e confirmou a presença de dois ginastas e um técnico no Sul-Americano Infantil, na Argentina

Após três dias intensos de competições, na tarde deste domingo (6) o Campeonato Brasileiro Caixa de Ginástica Artística chegou ao fim, com um saldo positivo para o Esporte Clube Pinheiros. Além de sediar o evento e competir nas categorias Adulto e Infantil masculino e feminino, o Clube conquistou o título por equipe masculino, no Infantil e no adulto. Com o resultado, tornou-se tetracampeão brasileiro no adulto e bicampeão no infantil.

CBG GA Brasileiro 2017ago6

O Pinheiros conseguiu outros resultados importantes na competição. No juvenil, realizado entre sexta e sábado, o principal nome da competição foi Erick Domingues, que além de ser o campeão no individual geral, ficou em 1º lugar em todos os aparelhos que competiu. Por consequência, o jovem ginasta foi um dos quatro atletas selecionados para representar o Brasil no Sul-Americano Infantil, na Argentina. Outros dois pinheirenses carimbaram o passaporte para a competição: o ginasta Yan Camargo e o técnico Lorenzo Ritli.

CBG GA Brasileiro 2017

“O Erick garantiu 178 pontos e o Yan, 176. São dois atletas na seleção infantil e eu como técnico responsável, o resultado não poderia ser melhor. Isso foi fruto da dedicação dos meninos e do excelente trabalho que veio sendo feito. Eles cumpriram com a tarefa e o Pinheiros está de parabéns pela organização do evento”, comemora Lorenzo.

As competições das equipes adultas aconteceram entre sábado e domingo, com Francisco Barreto Jr. ganhando a medalha de prata no individual geral, repetindo o resultado do ano passado. No feminino, medalha de prata também para as meninas do Pinheiros, no resultado por equipe.

Os resultados do Brasileiro foram definitivos para escolher os atletas que representarão o Brasil no Mundial do Canadá, em outubro. No entanto, a Confederação Brasileira de Ginástica Artística (CBG) só vai divulgar quem fará parte da seleção nos próximos dias.

“O nível técnico ainda está abaixo da capacidade dos nossos ginastas. Percebemos que houve um aumento de rendimento, mas a gente sempre quer mais. Estamos em início de ciclo, onde temos que visar aumentar a nota de partida e a execução técnica. Para isso, precisamos trabalhar muito mais”, analisa o supervisor técnico da Ginástica Artística do Pinheiros, Raimundo Benito Blanco.

Apesar de ter alguns atletas retornando de cirurgia – como o medalhista Arthur Nory e o ginasta Ângelo Assumpção – e da “ressaca” dos Jogos Olímpicos, Blanco afirma que o resultado do Clube foi bem expressivo.“Foi uma competição diferente, que juntou as competições do adulto e do infantil, no masculino e no feminino, sendo seletivas para competições internacionais. Por isso, o Pinheiros foi o clube que mais se destacou, já que participou em todas estas frentes.”

Fotos:

1- Equipe Masculina Adulta do ECP

2 – Erick Domingues, campeão no individual geral infantil

3 – Equipe do ECP comemorando os resultados no Campeonato

Fotos: Ricardo Bufolin/ CBG