fbpx

Do paratletismo ao atletismo convencional, atletas do Pinheiros brilham pelo Mundo

Em ano de Jogos Pan-Americanos e Mundial, o atletismo do Pinheiros vem destacando-se desde o início desta temporada com os atletas atingindo os índices exigidos nas respectivas competições, além de protagonizarem momentos marcantes para o atletismo brasileiro atingindo suas melhores marcas e recordes.

E mais uma vez quem viveu um ótimo momento na carreira no último domingo (9) no Circuito Brasil de Atletismo, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, foi o paratleta Petrúcio Ferreira. Superando seu próprio recorde, ele concluiu a prova dos 200m classe T47, para amputados de braço, com o tempo de 21s10, batendo em centésimos a sua própria marca e quebrou o recorde mundial.

Depois de passar um tempo fora das pistas se recuperando de um acidente doméstico, ele já havia competindo o GP Brasil Caixa de Atletismo realizado em abril, em Bragança Paulista (SP), onde fez o melhor tempo do mundo na prova dos 100m da classe T47 (10s37), mas a marca não foi validada devido o vento a favor estar acima dos 2.0.

Faltando poucos dias para vencer o prazo de obtenção de índice para os Jogos Pan-Americanos de Lima, que no caso do atletismo será entre os dias 06 e 10 de agosto, com exceção da maratona que acontece em 27 de julho, e vários pinheirenses já contam com o índice e continuam brilhando pelo Mundo, participando de diversos eventos internacionais. Confira um balanço dos últimos acontecimentos:

Campeonato Sul-Americanos
No final de maio, a seleção brasileira de atletismo foi a cidade de Lima, no Peru para disputar o Campeonato Sul-Americano. As competições foram realizadas no Estádio de la Videna, entre os dias 24 e 26/05 e a equipe do Brasil contava com 60 integrantes. O Pinheiros representava quase 40% da delegação do país, tendo 22 atletas compondo o grupo.
Considerado um dos principais países na competição, o Brasil confirmou o favoritismo e encerrou as disputas sendo o campeão do sul-americano de Lima. No total a equipe verde amarela somou 377 pontos na classificação geral, sendo 180 no masculino e 197 no feminino, voltando para casa com 44 medalhas. A Colômbia ficou em segundo lugar, com 288, seguida da Venezuela, com 153 pontos, no geral.

Das 44 medalhas obtidas pela equipe brasileira, sendo 15 de ouro, 19 de prata e 10 de bronze, 22 foram conquistadas por atletas pinheirenses. Dois atletas do Clube estiveram entre os destaques em suas provas individuais. A velocista Vitória Rosa conquistou dois ouros, um nos 100m e outro nos 200m, além de compor a equipe de revezamento 4×100, que também foi campeã. Já entre os homens, Altobeli da Silva também medalhou em suas duas provas, ficando com um ouro nos 5.000m e uma prata nos 3.000m com obstáculos.

O Pinheiros foi o maior contribuinte entre as medalhas de ouro conquistadas pelo país. Dos 15 resultados, 12 contaram com a participação de atletas do Clube. Além dos resultados, os brasileiros tiveram uma prévia de como será o Pan, já que o local que vai sediar os Jogos Pan-Americanos de Lima, será o mesmo onde a competição aconteceu.
Confira todos os resultados do Pinheiros no Sul-Americano

Medalhas de Ouro
Vitória Rosa – 100 m – 11.24 (0.6) / 200 m – 22.90 (0.8)
Tiffani Marinho – 400 m – 52.81
Vitória Rosa e Bruna Jéssica Farias – Revezamento 4×100 m feminino – 44.70
Eliane Martins – salto em distância – 6,71 m (0.5)
Laila Ferrer – lançamento do dardo – 57,79 m
Andressa Oliveira de Morais – lançamento do disco – 62,41 m
Altobeli Santos da Silva – 5.000 m – 13:50.08
Gabriel Constantino – 110 m com barreiras – 13.54 (-0.8)
Alison Brendom dos Santos – 400 m com barreiras – 49.88
Augusto Dutra – salto com vara – 5,61 m
Darlan Romani – arremesso do peso – 21,00 m

Medalhas de Prata
Tatiele de Carvalho – 10.000 m – 33:40.76
Geisa Arcanjo – arremesso do peso – 17,16 m
Vanessa Chefer – heptatlo – 5.823 pontos
Geisa Coutinho – Revezamento 4×400 m feminino – 3:35.29
Altobeli Santos da Silva – 3.000 m com obstáculos – 8:38.43
Gabriel Constantino – Revezamento 4×100 m masculino – 39.91
Alison dos Santos – Revezamento 4×400 m masculino – 3:04.13
Kauam Bento – salto triplo – 16,18 m (0.0)
Thiago Braz – salto com vara – 5,41 m

Medalhas de Bronze
Carlos de Oliveira Santos – 1.500 m – 3:55.18
Allan Wolski – lançamento do martelo – 73,51 m

Diamond League
O atletismo do Esporte Clube Pinheiros esteve presente também na última quinta-feira (6) na 4ª etapa da Liga Diamante, realizada no Estádio Olímpico de Roma, na Itália e conseguiu bons resultados. O melhor deles foi obtido pelo catarinense Darlan Romani, que conquistou a medalha de bronze na prova de arremesso de peso, com a marca de 21,66 metros, alcançado na segunda tentativa.

Vale ressaltar, que essa não foi a primeira etapa que o pinheirense competiu, ele já havia disputado a primeira em maio que aconteceu em Doha, no Catar, quando também terminou com a terceira colocação, com a marca de 21,62 metros.
Além de Darlan, o carioca Gabriel Constantino também foi destaque em Roma. Nos 110 metros com barreiras, ele ficou com a quarta colocação com o tempo de 13s50, empatado com Milan Thajkovic, do Chipre. Por sua vez, a também pinheirense Vitória Cristina Rosa foi a sexta colocada nos 100m, com o tempo de 11s22.
A competição em Roma foi a 4ª de 14 etapas da Diamond League de 2019. Neste mês de junho estão programadas mais três competições e em julho outras duas. Veja o calendário das próximas etapas:

Junho
13/06 – Oslo (NOR)
16/06 – Rabat (MAR)
30/06 – Eugene / Stanford (USA)

Julho
05/07 – Lausanne (SUI)
12/07 – Monaco (MON)