A oposta determinada

Lorrayna Marys de 20 anos, está no seu último ano do juvenil

O Vôlei foi o primeiro esporte que você começou a praticar?
Eu sempre me interessei por vôlei, mas em Taubaté, não tinha treinos da modalidade na época. Eu acabei optando por Ginástica Rítmica, pois gostava muito.

Depois de um tempo no CTI, um técnico fez um convite para que jogasse vôlei em Taubaté, aceitei.

Começou a jogar vôlei em alto rendimento com quantos anos?
Comecei com 12 anos, na minha cidade em Taubaté.

Passou por quais clubes?
Comecei no Taubaté jogando SINDICLUBE em 2015 foi minha primeira federação, depois vim para o Pinheiros em 2016.

O que te motivou jogar no Pinheiros?
Para minha evolução no vôlei, eu tinha que sair da minha zona de conforto. Fui chamada pelo técnico do infanto Eduardo para jogar no Clube, aceitei a proposta. Eu considero que minha base foi feita aqui, tenho muita satisfação de fazer parte desse Clube de grande história, isso motiva a cada dia.

Pós vôlei, o que você pretende fazer? Tem algum plano em mente já?
Eu gosto muito de moda, então comecei a fazer o Curso de Moda na faculdade ano passado. É muito puxado, pois nessa transição com o adulto, os horários não batem. Futuramente penso em seguir com moda, ter uma confecção com minha mãe que é costureira.

Jogo rápido:

Descreva você em uma palavra: Determinada.

O que você odeia: Quando vou treinar e alguém não está no mesmo clima, pois o desânimo influencia.

Família é: Tudo.

Comida preferida: Macarrão com molho branco e brócolis.

Time do coração: Corinthians.

Ídolo no esporte: Sheila.

Um sonho: Casar e ser uma excelente jogadora.

O que te inspira: Minha mãe.

De olho na temporada!
Espero que seja uma temporada muito boa. É meu último ano de juvenil, então quero se dedicar ainda mais e fazer valer a pena.